15-01-2020

 

Tomada de posse dos órgãos da CPAS - Triénio 2020 a 2022

 

 

Em 14-01-2020 tomaram posse os seguintes membros da Direcção e do Conselho de Fiscalização:

 

Direcção

Presidente, Dr. Carlos Pinto de Abreu, advogado

Vice-Presidente, Dr. Victor Alves Coelho, advogado

Vogal Secretária, Dra. Catarina Mascarenhas, advogada

Vogal Tesoureira, Dra. Susana Afonso, advogada

Vogal, Sol. José Manuel Oliveira, solicitador

 

Conselho de Fiscalização

Membros efectivos:

Presidente, Dra. Elisabete Grangeia, advogada

Dra. Maria Helena Reis Pinto, solicitadora

 

 Galeria

 

 

 

31-12-2019

JANEIRO DE 2020

 

Prova de vida

Durante o mês de Janeiro de 2020 os Beneficiários reformados e os titulares de subsídio de invalidez devem efectuar a prova de vida, através de uma - e só de uma - das seguintes modalidades:

 

  > Certidão narrativa completa de registo de nascimento

  > Atestado médico, datado de Janeiro de 2020

  > Atestado da Junta de Freguesia, datado de Janeiro de 2020

  > Pessoalmente, nos serviços da Caixa

  > A título excepcional, junto dos serviços dos conselhos regionais das associações públicas profissionais,

    

       Ordem dos Advogados:

       Conselho Regional do Porto;

       Conselho Regional de Coimbra;

       Conselho Regional de Évora;

       Conselho Regional do Faro;

       Conselho Regional da Madeira;

       Conselho Regional dos Açores.

 

       Ordem dos Solicitadores e dos Agentes de Execução:

       Conselho Regional do Porto;

       Conselho Regional de Coimbra.

 

Prova de subsistência do direito ao subsídio de sobrevivência

Durante o mês de Janeiro de 2020 os titulares de subsídio de sobrevivência devem fazer prova da subsistência do seu direito, remetendo à CPAS:

 

> Certidão de nascimento emitida há menos de 6 meses; 

Cópia da última declaração de IRS e respectiva nota de liquidação.

 

 

31-12-2019

COMUNICADO

Seguro de Assistência Médica Permanente

 

A CPAS contratualizou para 2020, com a RNA SEGUROS DE ASSISTÊNCIA S.A. um novo SEGURO ANUAL DE ASSISTÊNCIA MÉDICA PERMANENTE para oferecer aos Beneficiários que apresentem a sua situação contributiva regularizada em 31 de Dezembro de 2019, aos Reformados e aos Titulares de Subsídio de Invalidez ou Titulares de Subsídio de Sobrevivência, com cobertura nacional e com efeitos de 1 de Janeiro a 31 de Dezembro de 2020.

 

O referido Seguro é extensível aos familiares que com os Beneficiários coabitem em economia comum.

 

Consulte aqui as condições do Seguro de Assistência Médica Permanente.

 

Em síntese, o Seguro garante as seguintes coberturas:

 

Serviço de Atendimento Permanente

A RNA, através do Serviço de Assistência, disponível 24 (vinte e quatro) horas por dia, através de contacto telefónico para o número 210 425 144, presta informações sobre as garantias do produto e o seu funcionamento administrativo.

 

Envio de Médico ao Domicílio

A RNA, através do Serviço de Assistência, garante ao Segurado o envio de um médico ao domicílio, contra um co-pagamento de 15,00 € (quinze euros) a efectuar pelo Segurado no acto da consulta directamente ao médico.

 

Aconselhamento Médico

Através do Serviço de Assistência, o Segurado poderá solicitar, à Equipa Médica da RNA:

a)

Informação médica referente a doenças;

b)

Informação médica referente à prevenção de problemas de saúde;

c)

Informação sobre a correcta administração de medicamentos;

d)

Assessoria na compreensão de relatórios de laboratório, terminologia médica, interpretação de relatórios e diagnósticos;

e)

Explicação do funcionamento e preparação prévia necessária à realização de exames médicos complementares;

f)

Outras informações de interesse (informação relacionada com saúde infantil, farmácias, etc.).

 

Envio de Ambulância

Em caso de urgência, a RNA, através do Serviço de Assistência, organiza o transporte do Segurado em ambulância ou outro meio mais adequado para e entre unidades hospitalares e regresso ao domicílio e de vigilância por parte de uma equipa médica durante o transporte, se clinicamente prescrito.

 

Assistência a Idosos e Dependentes

A RNA, através do Serviço de Assistência, garante ao Segurado o acesso (aos preços convencionados) a uma rede de Residências Assistidas com cobertura Ibérica e que contempla alojamento temporário (férias e fins-de-semana), alojamento diurno e nocturno e que é composta por técnicos especializados nas diversas áreas da Assistência Geriátrica. Todos os Profissionais e Centros Residenciais são credenciados pelo respectivo alvará e pelas avaliações inspectivas efectuadas regularmente.

No acesso à Rede de Residências assistidas, está ainda contemplado o serviço de mobilidade no alojamento do Segurado, ou seja, deslocação dentro da organização por um período temporário ou definitivo e também a selecção e aconselhamento no que diz respeito à tipologia de alojamento pretendido, de acordo com as necessidades específicas de cada Segurado (zona de abrangência, grau de dependência identificado e tipologia de residência pretendida).

 

Para aceder ao Seguro de Assistência Médica Permanente os Beneficiários deverão utilizar a linha exclusiva de atendimento telefónico, disponível, todos os dias, 24 (vinte e quatro horas) por dia 210 425 144, mencionando o respectivo número de Beneficiário da CPAS.

 

 

31-12-2019

COMUNICADO

Seguro de Acidentes Pessoais

 

A CPAS contratualizou para 2020, com a AIG EUROPE S.A. - SUCURSAL EM PORTUGAL um novo SEGURO ANUAL DE ACIDENTES PESSOAIS para oferecer aos Beneficiários Ordinários, aos Beneficiários Extraordinários e aos Beneficiários Reformados que apresentem a sua situação contributiva regularizada em 31 de Dezembro de 2019, com coberturas dos riscos de morte e de invalidez permanente até ao capital máximo de 30.000,00 €, com efeitos de 1 de Janeiro a 31 de Dezembro de 2020.

 

Consulte aqui as condições do Seguro de Acidentes Pessoais.

 

Em síntese, o Seguro de Acidentes Pessoais garante aos Segurados as coberturas por Morte ou Invalidez Permanente resultantes de Acidente, até ao capital máximo de 30.000,00 € (trinta mil euros) por ano.

 

Para efeito de execução do referido Seguro, os Beneficiários abrangidos devem comunicar à Seguradora, por carta registada com aviso de recepção, dirigida à AIG Europe S.A. – Sucursal em Portugal, sita na Avenida da Liberdade, n.º 131, Piso 3, 1250-140 Lisboa, quais os beneficiários do capital seguro que, porventura, pretendam, especial e especificamente, designar para a eventualidade de verificação dos riscos cobertos.

 

Sublinhamos que, dada a sua diferente natureza e âmbito de cobertura, o seguro anual de acidentes pessoais, que é oferecido pela CPAS, não dispensa, nem substitui, o seguro obrigatório de acidentes de trabalho.

 

 

27-12-2019

FACTOR DE CORRECÇÃO DO INDEXANTE CONTRIBUTIVO PARA 2020

 

Foi hoje publicada a Portaria n.º 409/2019 que fixou para 2020 um factor de correcção do indexante contributivo de menos 10%

 

Consulte aqui o quadro dos escalões contributivos para 2020

 

 

12-12-2019

PROTECÇÃO SOCIAL ALARGADA - 2019

 

::

A CPAS PROTEGE NO INÍCIO DE CARREIRA

 

DURANTE O ESTÁGIO:

ISENÇÃO DA OBRIGAÇÃO DE CONTRIBUIR, com possibilidade de opção contributiva e, nesse caso, acesso à protecção social assegurada pela CPAS

Escalões mínimos:

1.º

(Estágio - 1.º e 2.º ano de actividade profissional)

28,77

2.º

(3.º ano de actividade profissional)

57,55

3.º

(4.º ano de actividade profissional)

86,32

4.º

(5.º ano de actividade profissional)

115,10

5.º

 

(6.º ano de actividade profissional)

 

230,20

 

 

::

A CPAS PROTEGE NA DOENÇA

 

COMPARTICIPA NAS DESPESAS DE INTERNAMENTO HOSPITALAR E/OU INTERVENÇÃO CIRÚRGICA

>

Sem seguro de saúde de grupo CPAS: 15% das despesas, com o limite máximo de 4.987,98 € por ano

>

Com seguro de saúde de grupo CPAS: valor que for necessário para reembolsar o Beneficiário da totalidade das despesas, com o limite máximo de 9.975,96 € por ano

BENEFÍCIO DE APOIO À RECUPERAÇÃO EM CASO DE INTERNAMENTO HOSPITALAR, com o limite anual de 3.000,00 € por Beneficiário, nos seguintes valores:

>

600,00 € se o internamento tiver a duração mínima de 2 dias e máxima de 5 dias

>

1.200,00 € se o internamento tiver a duração mínima de 6 dias e máxima de 10 dias

>

1.800,00 € se o internamento tiver a duração igual ou superior a 11 dias

COMPARTICIPA NAS DESPESAS COM ASSISTÊNCIA MÉDICA E MEDICAMENTOSA E MEIOS AUXILIARES DE DIAGNÓSTICO [suportadas pelos titulares de subsídios de invalidez, de sobrevivência e reformados antes da vigência da Portaria n.º 884/94 de 1/10] no valor de 1/3 das despesas, sem limite máximo por ano

SEGURO DE ASSISTÊNCIA MÉDICA PERMANENTE GRATUITO, com as seguintes coberturas:

>

assistência telefónica de emergência e aconselhamento

>

transporte de urgência/ambulância

>

assistência clínica domiciliária (sujeito a co-pagamento)

CONSULTAS DE CLÍNICA GERAL GRATUITAS

Extensível ao agregado familiar dos Beneficiários, em 3 postos clínicos (Lisboa, Coimbra e Porto)

ACESSO AO SERVIÇO NACIONAL DE SAÚDE

 

::

A CPAS PROTEGE NA INVALIDEZ

 

SUBSÍDIO DE INVALIDEZ, com, pelo menos, 10 anos de carreira contributiva na CPAS quando, por motivo de doença ou acidente, os Beneficiários sejam julgados definitivamente incapazes para o exercício da profissão

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS GRATUITO, com a cobertura do risco de invalidez permanente até ao capital máximo de 30.000,00

 

::

A CPAS PROTEGE NA PARENTALIDADE

 

BENEFÍCIO DE NASCIMENTO no valor de 600,00 € a multiplicar pelo número de filhos

BENEFÍCIO DE MATERNIDADE no valor mínimo de 1.800,00 € e máximo de 3.600,00

COMPARTICIPA NAS DESPESAS DE INTERNAMENTO HOSPITALAR POR MATERNIDADE:

>

Sem seguro de saúde de grupo CPAS: 15% das despesas, com o limite máximo de 4.987,98 € por ano

>

Com seguro de saúde de grupo CPAS: valor que for necessário para reembolsar o Beneficiário da totalidade das despesas, com o limite máximo de 9.975,96 € por ano

 

::

A CPAS PROTEGE NA CARÊNCIA ECONÓMICA

 

SUBSÍDIO DE ASSISTÊNCIA em caso de comprovada emergência social

SUSPENSÃO TEMPORÁRIA DA OBRIGAÇÃO DO PAGAMENTO DE CONTRIBUIÇÕES, em situação de doença grave ou parentalidade

REDUÇÃO TEMPORÁRIA DE ESCALÃO CONTRIBUTIVO, em situação de doença grave ou parentalidade

FUNDO "LOURENÇO JÚNIOR"

 

::

A CPAS PROTEGE NA VELHICE

 

PENSÃO DE REFORMA aos 65 anos de idade, com pelo menos 10 anos de carreira contributiva na CPAS

 

::

A CPAS PROTEGE NA MORTE

 

SUBSÍDIO POR MORTE no valor de 3.600,00

SUBSÍDIO DE FUNERAL no valor de 1/3 das despesas comprovadas documentalmente, com o limite máximo de 448,92

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS GRATUITO com cobertura do risco de morte e capital de 30.000,00

SUBSÍDIO DE SOBREVIVÊNCIA ao cônjuge sobrevivo e aos filhos

 

 

 

-

A atribuição das referidas prestações pressupõe o pontual e integral pagamento de contribuições pelos Beneficiários.

-

O conteúdo constante da presente informação não dispensa o cumprimento dos requisitos e a consulta do Regulamento da CPAS e dos Regulamentos específicos de cada um dos benefícios, disponíveis em www.cpas.org.pt

 

 

04-12-2019

COMUNICADO

Presidente da Direcção da CPAS

 

O processo eleitoral que decorreu durante a semana passada levou à eleição de uma nova Direcção da CPAS (e de um Conselho de Fiscalização), cuja posse ocorrerá muito em breve e contará com a integração de um membro eleito pela OSAE.

 

Neste enquadramento e antes de cessar funções, impõe-se que dirija aos Beneficiários da CPAS não só algumas notas de sintético balanço, mas também a expressão do meu agradecimento pelo apoio concedido ao longo destes últimos 3 anos, mesmo nos casos em que esse apoio se fundou em críticas (construtivas) ou posições divergentes lealmente esgrimidas no devido plano institucional.

 

No mandato que agora vai cessar e no contexto de um quadro institucional inicial muito complexo, assumi o cargo de Presidente da Direcção da CPAS.

 

No exercício das funções inerentes a esse cargo foi valiosa a colaboração e participação de todos os meus Colegas da Direcção, o que permitiu a formação e o funcionamento de uma Equipa coesa, responsável e dedicada à causa de uma CPAS mais sustentável, totalmente transparente e próxima dos seus Beneficiários.

 

O mandato que ora está prestes a findar foi marcado por intenso trabalho e, também, pelo confronto com desafios de elevada magnitude que mereceram por parte da Direcção uma gestão prudente e responsável, que permitiu à CPAS avançar e criar valor com segurança no melhor interesse da Instituição e dos seus Beneficiários.

 

Convém ter bem presente que anualmente a CPAS assume a responsabilidade pelo pagamento de reformas e subsídios vários aos seus Beneficiários no montante de cerca de 100 Milhões de Euros e tem sob gestão um valioso património de cerca de 600 Milhões de Euros que se prevê seja incrementado, no período de análise da sustentabilidade, para cerca de 830 Milhões de Euros.

 

Se muito mais não existisse, esta realidade, só por si, ilustraria a imperiosa necessidade de permanentemente se preservar a relação fiduciária estruturante da existência da CPAS e de não se incentivarem ou acompanharem derivas ou espirais potencialmente destruidoras de valor e dos melhores interesses dos Beneficiários.

 

No mandato mereceu especial atenção da Direcção: a estabilização e o reforço da sustentabilidade da Instituição com a inversão da trajectória descendente, o amortecimento dos impactos decorrentes da entrada em vigor do Regulamento de 2015 (cujos principais efeitos se manifestaram precisamente no período correspondente ao triénio 2017/2019), a ampliação da vertente assistencial (com a adopção de uma primeira fase de medidas que implicou uma primeira alteração ao Regulamento) e a reconfiguração de toda a estrutura operacional da CPAS, com o propósito de a preparar para as exigências do futuro e fortalecer a sua relação com os Beneficiários.

 

Os principais indicadores de actividade apurados e divulgados ao longo do triénio inequivocamente mostraram o repetido bom desempenho da Instituição e a melhoria sustentada da sua capacidade económica e financeira para cumprir os seus fins.

 

A CPAS começa, pois, agora, a ter melhores condições para acentuar o reforço da sua sustentabilidade e a melhoria do Sistema, mesmo na sua vertente assistencial, através da qual já se concedem benefícios vários.

 

Neste âmbito, cabe sublinhar que os Serviços da CPAS têm vindo a realizar um trabalho intenso tendo em vista a consagração de um novo benefício que corresponda temporariamente a um subsídio de doença (vulgo “baixa”) e consequente suspensão do pagamento de contribuições. É minha convicção de que em 2020 esta matéria irá merecer desenvolvimento.

 

Há, pois, muitas e sólidas razões para que os Beneficiários continuem a apoiar e, se necessário, a defender intransigentemente a sua CPAS, através da qual não só se diferenciam positivamente as profissões que agrega em relação às demais, mas também se encerra um Património de excelência, construído ao longo dos últimos 70 anos por todos os Beneficiários.

 

A CPAS tem condições para assegurar, com vantagem face a quaisquer outras entidades, o futuro dos seus Beneficiários, seja numa indesejável situação de invalidez decorrente do infortúnio, seja no caso de velhice que se pretende duradoura e condigna.

 

Aos membros da Direcção agora eleita (e também aos membros do Conselho de Fiscalização) expresso os melhores votos de sucesso nas exigentes funções de gestão (e de fiscalização) em que ficam investidos e que implicam um grande esforço pessoal e elevada responsabilidade.

 

Expresso reconhecimento e agradecimento a uma outra excelente Equipa: a dos Colaboradores da CPAS, que todos os dias dão o seu melhor contributo para o eficaz funcionamento da Instituição e para uma resposta de qualidade na interacção com os Beneficiários, tendo bem presente que esses mesmos Beneficiários são o esteio da Instituição e, por isso, merecem a melhor atenção e um tratamento personalizado e dedicado.

 

Cumpre também agradecer a colaboração dos parceiros institucionais (OA e OSAE) e das entidades de Tutela (Ministério da Justiça e Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social), sem a qual não teriam sido possíveis, em muito pouco tempo, uma primeira fase de medidas focadas na vertente assistencial da CPAS e outras visando o reforço da sua sustentabilidade.

 

Foi para mim muito honroso ter presidido à Direcção da CPAS, cessando funções com a confiança de que o reforço da sustentabilidade e do património da CPAS será sempre uma prioridade, a par de uma possível, prudente e sólida ampliação da vertente assistencial.

 

A todos os Beneficiários dirijo os votos de maior sucesso pessoal e profissional e desejo um feliz Natal e um bom ano de 2020.

 

 

Lisboa, 4 de Dezembro de 2019

 

António Costeira Faustino

Presidente

 

 

ELEIÇÕES PARA OS ÓRGÃOS DA CPAS :: TRIÉNIO 2020-2022

 

 

 

15-10-2019

ACTUALIZAÇÃO DO INDEXANTE CONTRIBUTIVO

 

Nos termos e para os efeitos do Artigo 79.º-A do Decreto-Lei n.º 119/2015, de 29 de Junho, com as alterações introduzidas pelo Decreto-Lei n.º 116/2018, de 21 de Dezembro, informa-se que para 2020 o indexante contributivo mantém-se em 581,90 €.

 

 

10-10-2019

COMUNICADO

CPAS / CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS ADVOGADOS E SOLICITADORES

 

O Comunicado do Conselho de Ministros de hoje informa ter sido aprovado o Decreto-Lei que revê o regime fiscal em sede de IRC aplicável à Caixa de Previdência dos Advogados e Solicitadores (CPAS), equiparando-o ao das instituições de segurança social.

 

Prossegue-se, assim, o objectivo de robustecer a sustentabilidade da Instituição.

 

O regime do referido Decreto-Lei concretiza uma medida que se revela da maior importância para a CPAS e seus Beneficiários.

 

A CPAS ficará totalmente isenta deste imposto, facto que contribui para o reforço da sustentabilidade por ter um impacto financeiro significativo.

 

Cumpre sublinhar que a atribuição desta isenção era prosseguida há muitos anos pela CPAS por também constituir uma situação de elementar justiça e equidade para a Instituição e para os seus Beneficiários, designadamente por comparação com outras entidades que, tendo finalidades idênticas, já beneficiavam do mesmo enquadramento fiscal.

 

Na concretização da política de reforço da sustentabilidade da CPAS com recurso a meios alternativos de financiamento, a Direcção da CPAS está já a encetar diligências no sentido de ser reintroduzida uma medida similar ao revogado regime legal da procuradoria que possa vir a atribuir à Instituição uma participação no valor das custas de parte.

 

É justo sublinhar a maior elevação institucional, a sã cooperação, a total disponibilidade e proactivo empenhamento dos parceiros institucionais naturais da CPAS e das Entidades Públicas competentes, em especial, o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e o Ministério da Justiça, na pessoa dos seus responsáveis, na concretização deste importante contributo para o reforço da solidez e sustentabilidade da CPAS.

 

A Direcção da CPAS continuará a trabalhar no sentido de paulatina e consolidadamente melhorar o Sistema para todos os Beneficiários.

 

 

Lisboa, 10 de Outubro de 2019

 

A DIRECÇÃO

 

António Costeira Faustino

Victor Alves Coelho

Carlos Pinto de Abreu

Susana Afonso

José Manuel Oliveira

 

 

04-10-2019

COMUNICADO

CPAS / CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS ADVOGADOS E SOLICITADORES

 

O novo CARTÃO DE BENEFICIÁRIO da CPAS é remetido, nesta data, via postal, a todos os Beneficiários.

 

O Cartão de Beneficiário, para além da identificação dos Beneficiários, permite aceder a um conjunto de vantagens que, em diversas áreas e com âmbito nacional, a CPAS tem vindo a protocolar com várias Entidades, designadamente de:

 

Saúde e assistência

Ensino

Produtos financeiros

Arte e lazer

 

Consulte aqui a lista de Entidades com as quais a CPAS já estabeleceu e mantém protocolos.

 

A Direcção da CPAS continuará a trabalhar no sentido de alargar a rede de Entidades com protocolos, para o que contará inclusivamente com as sugestões que os Beneficiários possam vir a referenciar.

 

Aproveitando esta oportunidade, e para facilidade de leitura e de consulta, veja os links infra e informe-se sobre cada um dos Benefícios* que a CPAS actualmente concede aos seus Beneficiários.

 

Beneficiários ordinários 

 

Beneficiários de pensão de reforma 

 

 

 

pensão de reforma

 

pensão de reforma

subsídio de invalidez

 

subsídio de assistência**

subsídio de sobrevivência

 

subsídio por morte

nascimento

 

subsídio de funeral

maternidade

 

subsídio de sobrevivência

internamento hospitalar por maternidade

 

assistência médica e medicamentosa******

internamento hospitalar por doença

 

internamento hospitalar por doença

apoio à recuperação

 

nascimento***

subsídio por morte

 

maternidade***

subsídio de funeral

 

internamento hospitalar por maternidade***

subsídio de assistência**

 

seguro de assistência médica permanente - gratuito

seguro de assistência médica permanente - gratuito

 

seguro de acidentes pessoais - gratuito***

seguro de acidentes pessoais - gratuito***

 

consulta de clínica geral - gratuitas****

consulta de clínica geral - gratuitas****

 

suspensão temporária do pagamento de contribuições*****

suspensão temporária do pagamento de contribuições*****

 

redução temporária do escalão contributivo*****

redução temporária do escalão contributivo*****

 

 

 

Beneficiários extraordinários 

 

Beneficiários de subsídio de invalidez 

 

 

 

pensão de reforma

 

subsídio de invalidez / pensão de reforma

subsídio de invalidez

 

subsídio de sobrevivência**

subsídio de sobrevivência

 

subsídio de assistência**

subsídio por morte

 

internamento hospitalar por doença

seguro de assistência médica permanente - gratuito

 

assistência médica e medicamentosa

seguro de acidentes pessoais - gratuito***

 

subsídio de morte

consultas de clínica geral - gratuitas****

 

subsídio de funeral

 

 

seguro de assistência médica permanente - gratuito

Protocolo - Seguro de Saúde

 

consultas de clínica geral - gratuitas****

 

 

 

 

*

Esta informação não dispensa a consulta do Regulamento da CPAS bem como dos Regulamentos específicos de cada um dos benefícios atribuídos

**

Concedido em caso de comprovada emergência social, através de medidas a determinar pela Direcção após parecer favorável do Conselho Geral

***

Beneficiários com pagamento de contribuições e no caso de Seguro de Acidentes Pessoais até aos 75 anos de idade

****

Em complemento dos cuidados de saúde prestados pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS) através dos Centros de Saúde da área de residência e dos Hospitais, a CPAS disponibiliza 3 postos clínicos privativos, em Lisboa, Porto e Coimbra, para acesso gratuito a consultas de clínica geral aos seus Beneficiários, cônjuges e descendentes a partir dos 10 anos de idade

*****

Benefícios introduzidos em 1 de Janeiro de 2019

******

Beneficiários reformados até 1 de Outubro de 1994

 

 

Lisboa, 4 de Outubro de 2019

 

A DIRECÇÃO

 

António Costeira Faustino

Victor Alves Coelho

Carlos Pinto de Abreu

Susana Afonso

José Manuel Oliveira