19-10-2017

Comunicado da Direcção da CPAS
70.º ANIVERSÁRIO DA CPAS

 

No próximo dia 22 de Outubro assinalam-se os 70 anos da existência da CPAS.

 

Trata-se naturalmente de um marco ímpar, numa Instituição construída com a previsão, o esforço e a determinação dos Advogados e dos Solicitadores e Agentes de Execução em manterem um cunho de independência e de solidariedade geracional nas respectivas Classes profissionais.

 

A Direcção da CPAS prossegue empenhadamente e com confiança no futuro os valores subjacentes à independência destas Classes que, ao longo de 70 anos, sem particular apoio de fundos públicos e com total autonomia, conseguiram instituir e manter um Sistema de Previdência que é único e as diferencia de todas as demais classes profissionais.

 

A gestão da CPAS vem, pois, sendo orientada na esteira deste legado e respeitando o esforço e a dedicação dos Beneficiários que são verdadeiramente os alicerces desta grande Instituição.

 

Os dados e indicadores de gestão actualmente disponíveis, não sobrevindo quaisquer relevantes adversidades, apontam para um desempenho da Instituição em 2017 positivo e para o reforço da sua sustentabilidade.

 

Até ao final do ano é intenção da Direcção apresentar, para debate no seio dos órgãos da CPAS e dos Beneficiários, um processo de revisão do Regulamento para acomodar, entre outros aspectos, um conjunto de medidas anteriormente apresentadas aos Beneficiários e as recomendações do Conselho Geral que não colidam com o desígnio fundamental da manutenção, solidez e sustentabilidade da Instituição e melhor enquadrem as actividades da CPAS.

 

A Direcção tudo fará para assegurar que a CPAS se perpetue respeitando os compromissos de pagamento das actuais pensões e assegurando os benefícios vários e as futuras pensões dos actuais Beneficiários contribuintes.

 

A participação e a confiança, assim como o empenho e o entusiasmo de todos os Beneficiários na defesa e perpetuação da sua CPAS são, também, um garante do prestígio e da independência das suas profissões e de um futuro mais seguro e digno.

 

 

Lisboa, 19 de Outubro de 2017

 

Pela Direcção

 

O Presidente, António Costeira Faustino